IMG_4620_quadrada

Nossa história

O PIN UP Pole Studio foi formado em novembro de 2015 por três instrutoras: Carolina Martins, Fernanda Figueira e Roberta Martins. O primeiro PIN UP foi "filho" da instrutora Anna Bia e contava apenas com duas barras. Desde então, expandimos nosso studio, mudamos de sala, acrescentamos aulas diferentes e fizemos muitas amizades com alunas(o) e instrutoras incríveis.

Nossa missão

Fazer com que, através da arte, da dança, e das formas de expressão (sensuais ou não) nossas alunas e alunos possam ressignificar a relação com seus corpos, seus desejos e sua auto estima.

Nossa equipe

As instrutoras do PIN UP Pole Studio são capacitadas por referências em suas atividades no Brasil e no mundo.

Nós levamos muito a sério a preparação e profissionalização do nosso time.

Carolina Martins

Estudante de Psicologia, Carol conheceu o pole dance em 2012 e desde então se divide entre as duas paixões. O pole representou seu reencontro com a dança, já que havia feito ballet quando criança.

Carolina foi vice campeã da categoria Classique Amador do Ple Theatre Brazil 2017 e vice campeã no Miss Pole Dance Glamour 2016. Seu estilo varia entre o pole exotic, e o pole com base no jazz e na dança contemporânea, com foco na fluidez coreográfica.

Entrou no Studio Anna Bia em 2014, teve aulas com Anna Bia e Julio Peixoto, e no final de 2015 se capacitou com as metodologias de Grazzy Brugner e Anna Beatriz Siqueira, ambas grandes referências no pole nacional.

Participou de workshops com nomes como Olga Koda, Bendy Kate, Marlo Fisken, Sergie Louise e Maddie Sparkle.

Sua intenção com a dança é, mais do que fazer com que as pessoas aprendam que seus corpos são capazes, trazer empoderamento e auto estima às suas alunas e alunos.

Fernanda Figueira

Turismóloga, Gestora Ambiental e Mestre em Memória Social, Fernanda Figueira pratica pole dance desde 2012. Seu primeiro contato com o pole foi com Anna Bia Siqueira, no Studio Anna Bia. Desde sua primeira aula, apaixonou-se por essa dança e não pode parar de dedicar-se a ela. Esta paixão levou-a a encarar de novo as cadeiras universitárias e hoje, Fernanda cursa bacharelado em Educação Física na UFRJ.

Além de ser capacitada pelas metodologias de Anna Bia Siqueira e Grazzy Brugner, referências nacionais, ela está sempre aprimorando seu trabalho através de workshops com importantes nomes do pole dance internacional como Crystal Lai, Michelle Shimmy, Maddie Sparkle, Sergia Louise Anderson, Victoria Rame, Belen Serra, Olga Koda, Marlo Fisken, Bendy Kate, dentre outros. Hoje, Fernanda ainda faz aulas de dança contemporânea e também é capacitada na metodologia Power Pole.

Participou da série "Romance Policial: Espinosa" do GNT e do vídeo promocional da cerveja "Die in Paradise" da banda de Heavy metal "Syren", mostrando o lado sensual do pole. Foi a única finalista brasileira para a capa da Campanha Bringing Sexy Back 2017, concurso promovido pela United Pole Artists! Seu estilo rock and roll busca movimentos com sensualidade dando ênfase aos body waves e floorwork.

Roberta Martins

Estudante de Direito da UFRJ, Roberta pratica pole desde 2012 e é nossa caçula do grupo, nascida em 1996. Praticou atividades físicas durante toda sua vida e fez ballet durante 10 anos, mas foi no pole que encontrou seu maior vício e paixão.

Em 2017, Roberta disputou o Pole Theatre Brazil , a primeira edição brasileira do renomado campeonato mundial que junta teatro com pole dance e saiu com os títulos de Campeã na categoria Classique Amador e 1ºlugar geral de sua categoria.

Em 2014 entrou no Studio Anna Bia e ao lado de Júlio e Anna Bia, que sempre a incentivaram ao máximo, soube que nunca mais deixaria o pole. No final de 2014 se capacitou pelas metodologias de Anna Bia Siqueira e Grazzy Brugner, referências do pole dance nacional. Participou de workshops com nomes internacionais com Maddie Sparkle, Michelle Shimmy, Bendy Kate, Marlo Fisken e Sergia Louise.

Acredita que todas as vertentes do pole são lindas e valem a pena, mas é especialmente apaixonada pelo exotic pole. Sua marca registrada são as jogadas de cabelo e suas aberturas. Mais que técnicas de pole dance, acredita que suas aulas devem ajudar as pessoas a se superarem e a se amarem mais, procurando incentivar o desenvolvimento de criatividade, estimulando a liberdade e contribuindo ao máximo no empoderamento de suas alunas e alunos.

Taís Sales

Graduanda em Filosofia, trabalha com educação há alguns anos e adora ensinar. Sempre amou as artes corporais, principalmente a dança e a ginástica, e percorreu por algumas atividades, como Jazz, Circo, Lira, Dança de Salão e Zouk.

Conheceu o Pole Dance em 2014 e se apaixonou por essa atividade que é uma mistura de tudo o que mais ama. Soube desde o início que se dedicaria ao máximo para evoluir e futuramente poder transmitir essa arte maravilhosa a todos e da melhor maneira possível. Participou dos campeonatos Miss Pole Dance Glamour e Pole Art Brasil, ambos em 2016, levando, respectivamente, o primeiro e o segundo lugar na categoria amadora. Capacitada para dar aulas pelo Pole & Art Studio, busca a variedade de estilos em suas aulas, equilibrando técnicas de força e flexibilidade com a dança, que é sua maior paixão.

Apesar de ter o pole sensual como estilo preferido, gosta de explorar as variadas vertentes do pole, sempre trabalhando a fluidez e estimulando a sintonia com a música. Defende que é preciso criar alternativas didáticas para ajudar as alunas e alunos a se sentirem bem e realizados com essa atividade sensacional que proporciona autoestima, confiança, empoderamento e liberdade.

Celina Leon

Formada em Fisioterapia pela UFRJ, Celina é praticante de Pole Dance desde 2013.

Capacitada segundo a metodologia de Anna Beatriz Siqueira e Julio Peixoto, referências do Pole Dance nacional, busca harmonizar ao máximo a força, a flexibilidade e a fluidez próprias da dança, sempre fiel às corretas técnicas de movimento. Procurando uma rota de fuga interessante do sedentarismo, apesar de ter praticado por um tempo algumas danças de salão (zouk, forró, entre outras), Celina apaixonou-se pelo Pole Dance.

Acredita muito no potencial da disciplina em todas suas vertentes e ama o Exotic Pole, sua variedade preferida. Encontra inspiração e motivação diária em Anna Beatriz Siqueira, Julio Peixoto, Olga Koda, Steven Retchless, Marlo Fisken, Eva Bembo, Michelle Shimmy, Maddie Sparkle, Doris Arnold, Anastasia Sokolova, Jenyne Butterfly.

18813295_1575387815844658_2563868329288148349_n

Iolanda Pinheiro

Criadora da marca Tempotinhos, Iolanda chegou ao PIN UP em junho de 2017 e logo passou a ser reconhecida por suas habilidades com pessoas, comidas e máquinas.

Iolanda já era amiga de Carolina Martins desde o início de 2015 e sempre acompanhou e curtiu as atividades do studio.

Dona de um sorriso inconfundível e um português impecável, Iolander (ou Ioiô para os mais íntimos) deixa o dia de qualquer pessoa mais gostoso com seu jeito doce de conversar e atender.

Conheça-a em nossa recepção de segunda a sexta durante as tardes 😉

renan

Renan Leal

Renan Leal nasceu em 1996 e como muitos pole dancers que hoje são instrutores, também não imaginava que viria a ministrar aulas. Iniciou no mundo do Pole em 2015. Após 1 ano como aluno, recebeu o convite de sua instrutora para fazer parte da equipe no Arte Pole Studio em Vitória da Conquista, Bahia. Em 2016, Renan começou a se entregar às manobras escorregadias e apaixonantes do Pole Exotic, tendo aulas com Sara Medeiros.

Em 2017, foi convidado para uma apresentação especial no campeonato Pole Classique Cup, realizado no evento Sexy Fair, no Rio de Janeiro.

Conhecido por suas habilidades no exotic, Renan também transita facilmente em outras modalidades e desde novembro de 2017 ministra aulas no PIN UP.

IMG_4489

Taisa Machado

Taísa Machado,nascida em 1989, há 10 trabalhando com dança e teatro pelas praças, teatros e festas cariocas. Integrou durante 4 anos o Grupo "Tá Na Rua" do diretor Amir Haddad, também atuou como dançarina na Cia Corp'Afro da coreógrafa Eliete Miranda participando de diversos espetáculos.

No ano de 2014 a partir de uma performance criou a oficina de Afrofunk, misturando diversos ritmos buscando entender o corpo carioca na sua essência mais ancestral.

A oficina ja passou por diversos bairros do Rio alem de São Paulo, Brasília, Mato Grosso e Minas Gerais possibilitando o encontro de mulheres de diferentes idades, classes, cores e estilos com os ritmos afrodescendentes e suas técnicas incendiarias!

Agende uma aula experimental

Siga o passo a passo, compre e agende uma aula experimental conosco agora mesmo. Liberte-se!